A reforma e você. Tudo de bom para … os bancos!

Aposentadoria aos 65 anos para  homens e 62 anos para as mulheres

Hoje: Combina idade e tempo de contribuição: 95 anos para homens e 85 anos para mulheres.

Como será: Para receber integral tem que combinar 40 anos de contribuição ao INSS + 65 anos de idade (homens) e 62 anos (mulher). Com 13 milhões de desempregados e 34 milhões de informais que não contribuem para o INSS, a aposentadoria integral acaba. E o cálculo leva em conta todas as contribuições. Antes, dispensava 20% das menores contribuições. Ou seja: Se você conseguir a aposentadoria integral, o valor será ainda menor.

Aumentou o tempo de contribuição

Hoje: para se aposentar por idade, o tempo mínimo de contribuição é 15 anos.

Como será: 20 anos no mínimo

A mulher é a mais prejudicada

Hoje: a mulher se aposenta com 30 anos de contribuição sem idade mínima, ou por idade com 15 anos de contribuição.

Como será: A mulher só se aposentará aos 62 anos com 20 anos de contribuição. Isso é cruel na medida em que a mulher tem dupla, tripla jornada de trabalho. A reforma não leva em consideração isso.

Trabalhadora Rural perde ainda mais

Hoje: a idade mínima é de 55 anos.

Como será: passa para 60 anos

Acaba com o Segurado Especial

Hoje: o agricultor paga o INSS por 15 anos de acordo com o que ele produz.

Como será: vai pagar 20 anos independente se produzir. Isso praticamente acaba com a aposentadoria rural.

Servidores públicos vão pagar mais

Hoje: Servidores públicos contribuem com 11%, inclusive na aposentadoria.

Como será: 14% de contribuição. Isso é confisco de salário.

Idosos e deficientes vão ganhar menos

Hoje: Aos 65 anos Idosos e Deficientes sem renda, recebem um salário mínimo, como benefício de prestação continuada (BPC).

Como será: vão cortar o benefício para menos da metade do valor. Só receberá 1 salário mínimo quem tiver 70 anos.

A pensão por morte vai diminuir

Hoje: O/a viúvo/a recebe a pensão integral do companheiro/a que morreu.

Como será: o benefício será reduzido a 60% do valor da pensão.

Abono Salarial (PIS) será reduzido

Hoje: Quem ganha até 2 salários mínimos recebe o PIS (Abono de um salário)

Como será: O abono será devido a apenas quem ganha até 1 salário. Isso não tem nada a ver com a aposentadoria, mas Bolsonaro enfiou na Reforma e 94% dos que recebiam o PIS não vão mais receber.

Ataque ao Magistério

Hoje: Professor/a não tem idade mínima. São 55 anos e 30 de contribuição (homens) e 50 anos e 25 de contribuição (mulheres).

Como será: O tempo de contribuição aumenta para 30 anos e a idade mínima passa a ser de 60 para todos. Professora trabalhará 10 anos a mais

Privilégios continuam

Hoje: Os militares tem privilégios como por exemplo pensões para filhas que não casarem

Como será: Continuam os privilégios, pois os militares não foram incluídos na Reforma.

Pedágio

Bolsonaro diz que a reforma não prejudica quem está perto de aposentar.

MENTIRA. Tem, sim, um pedágio muito caro, de 50% do tempo que falta para se aposentar.

Retira direitos da Constituição

O texto da PEC 06/20retira direitos que serão detalhados depois, como a capitalização e a questão dos rurais.

Como será: Esses detalhamentos serão feitos por projetos de Lei e, no congresso, Bolsonaro precisaria de menos votos para aprovar.

Os pobres vão pagar a conta

Bolsonaro quer economizar 1 trilhão e setenta e dois bilhões de reais com a reforma

De onde vai sair? Do Regine Geral, do Abono do PIS e do BPC. Ou seja, 84% dos trabalhadores aposentados do Regime Geral recebem até 2 salários mínimos; o Abono do PIS é pago para quem ganha até 2 salários mínimos e o BCP para quem ganha menos ainda: 1 salário minimo.

A armadilha

Bolsonaro vai obrigar o/a trabalhador/a a ingressar no Regime de Capitalização

Hoje: nosso regime é solidário com contribuição do governo, do trabalhador e do empresário. Tem um benefício mínimo e o aposentado recebe até morrer.

Como será: Na capitalização, o trabalhador contribui sozinho e o benefício acaba quando acabar a poupança que ele fez e não até morrer.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES