Notícias

VIVO reafirma que reajustará salários e benefícios em 10,42%

10/09/2021 - 21h33 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

10/09/2021 – 20h02 – Federação Livre – Redação

Diante da divulgação da inflação pelo INPC pelo IBGE de 10,42% para o acumulado do ano (1º/09/2020 a 31/08/2021)  a Operadora VIVO convidou a Comissão de Negociação da Federação Livre para uma telerreunião nesta sexta, 10. A empresa confirmou que cumprirá o acordo coletivo, aprovado no ano passado pelos trabalhadores, quanto ao reajuste automático das cláusulas econômicas – salários e benefícios – pela inflação do período.

A Federação LiVRE – que reúne os sindicatos do Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rondônia avisou à empresa, antes mesmo que ela viesse com uma conversa atravessada, que não há possibilidade alguma de não aplicação de 100% do INPC já divulgado.

Nenhuma proposta foi apresentada. A Telefónica apenas colocou para os sindicatos as dificuldades de fazer o pagamento integral do reajuste nos salários neste ano e que estuda “alternativas” de flexibilização da aplicação dos 10,42%. “Será um desafio gigantesco, mas vamos cumprir, ainda que o INPC esteja fora de qualquer projeção feita há um ano”, explicou o Gerente de Relações Trabalhistas e Sindicais, Márcio Aparecido.

Segundo ele, a inflação projetada pela VIVO para agosto/21 era de 3,0%.  “Mesmo com esse cenário desafiador, a Telefónica cumprirá o acordo coletivo firmado com as federações”, disse Márcio.

Márcio Aparecido (Vivo), Vânia Miguez (SinttelRio), Marcelo Beltrão e Anchieta (Sinttel-PE), Drª Trinidad (Vivo), Estela (Sinttel-CE), Luis Antônio (SinttelRio) Reginaldo Biluca e Nilson Hoffmann (Sinttel-ES).

A empresa destacou que para os benefícios, o reajuste de 10,42% será aplicado em setembro. O/a trabalhador/a já pode contar com o reajuste de 10,42%  nos auxílios alimentação (VA, VR e Refeição Extraordinário), creche, cesta básica, babá, para dependentes com deficiência, funeral, condutor; quebra de caixa, reembolso para dirigir veiculo próprio e outros.

Se diante de uma situação adversa, já que ninguém esperava uma inflação tão alta, a empresa apresentar alguma proposta que flexibilize o pagamento do reajuste salarial, esta será levada à apreciação dos trabalhadores. “Nada será decidido pelos sindicatos. Faremos nova ASSEMBLEIA COM TODOS OS TRABALHADORES E TRABALHADORAS”, afirma o presidente da LiVRE, Luis Antônio Souza da Silva.

Uma nova reunião será realizada na próxima semana.

A coordenadora da Comissão de Negociação, Vânia Miguez, lembra que a pauta de reivindicações encaminhada à Telefónica Vivo, além do Reajuste nos salários e benefícios pelo INPC integral na data base (garantido), inclui também a realização de Acordo de Teletrabalho (home office) com R$250 de ajuda de custo, Garantia de empregos,  Qualificação profissional e Acordo Coletivo por 2 anos.

Mobilize-se!
Informe-se através dos sites e redes sociais dos sindicatos. Reforce o time dos trabalhadores.

A Comissão da Federação Livre na Vivo é composta pela Coordenadora Vânia (SinttelRio), Reginaldo Biluca (Sinttel-ES) Anchieta (Sinttel-PE) e Stela (Sinttel-CE).

A Federação Livre mantém um canal de comunicação nesta campanha  livre@federacaolivre.org.br. Todas as informações e boletins informativos estarão à disposição no site e nas redes sociais dos sindicatos      

 

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Pin It on Pinterest

Sinttel-ES