Notícias

Vivo formaliza proposta que não foi discutida em mesa de negociação

09/11/2016 - 20h11 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Tem um ditado popular que diz: “Faça o que eu digo, e  não o faça o que eu faço” que não pode ser aplicado ao comportamento da Operadora Vivo.

O Departamento de Negociações da Fenattel (Federação Nacional dos Trabalhadores em Telecomunicações) emitiu um comunicado no início da noite desta quarta-feira, 9/11, sobre a postura de má-fé da Vivo nas negociações do Acordo Coletivo 2016/2017 com os trabalhadores de todo o país.

A empresa entregou por escrito a proposta que fez na reunião do dia 04/11. Porém, após ser feita a conferência do documento, a Fenattel constatou que a proposta escrita não reflete a proposta apresentada em mesa de negociação, pois há alterações não negociadas, pontos incompletos e faltantes, havendo, assim, necessidade de ajustes.

A empresa VIVO ficou de formalizar a proposta final apresentada em reunião no dia 07/11, ou seja, na segunda-feira. Mas só apresentou no dia 8, às 20 horas, depois de insistentes cobranças da Fenattel. E em com todo o atraso, a proposta escrita não refletia a conversa da empresa teve com a comissão de negociação.

Diante disso, a proposta foi devolvida à empresa, que se comprometeu em analisar todas as “diferenças” entre o que a Vivo falou e o que ela escreveu no documento e que foram apontadas pela Fenattel na minuta apresentada”.

 

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES