Notícias

V.tal: 3% de reajuste em 2023. Trabalhadores querem 6,3% em set/22

16/09/2022 - 10h30 - Sinttel-ES - Tania Trento
Imprimir

Reunião com a V.tal não rende. Empresa quer dar 3% para salários e benefícios e no ano que vem. Isso é menos da metade do INPC integral que é de 6,3% pelos 10 meses de perda salarial. 

Em reunião presencial nesta quarta-feira, 15/09, em São Paulo, a Comissão de Negociação da  Federação LiVRE teve a primeira conversa sobre o Acordo Coletivo de Trabalho e PPR/22 com a direção da V.tal, especialmente com a vice-presidente de Pessoas e Cultura, Anna Karla Ribeiro, que foi apresentada na ocasião.

O encontro não atendeu às expectativas dos/as empregados/as que, desde o acordo anterior, há 10 meses, esperam pelos reajustes nos salários e benefícios já corrídos pela inflação galopante registradas diariamente no país.

A Comissão cobrou mais agilidade, pois só agora, na metade do mês de setembro, data-base dos/as trabalhadores/as nas operadoras, e as negociações salariais são iniciadas, embora a Pauta de Reivindicações foi entregue à V.tal, e também à Oi, em junho passado.

A V.tal apresentou os números do seu negócio e perspectivas para este e os próximos anos. E por estarem estruturando uma empresa nova, “num segmento novo e com apenas três meses de vida” justificaram o atraso das negociações salariais.

Uma choradeira desnecessária, para apresentaram uma proposta considerada inaceitável pela Comissão de Negociação da LiVRE. Nova reunião será na quarta-feira, dia 21/09.

Proposta da V.tal para o ACT/2022

A proposta foi rejeitada pela Comissão que lembrou as reivindicações aprovadas pelos/as  trabalhadores/as.

Previdência Complementar

A diretoria da V.tal se posicionou sobre o plano de previdência complementar. Eles admitiram que abrirão uma outra possibilidade deste benefício ser oferecido pelo BTG Pactual, de forma opcional, sem nenhum tipo de pressão para quem quiser permanecer na Fundação Atlântico ou migrar para o plano do banco. O BTG Patual é o sócio controlador da V.tal.

A Federação LiVRE , a qual o Sinttel-ES é filiado, orienta a todos/as que não façam esta opção ainda, pois está estudando os desdobramentos que essa mudança pode provocar para informar aos participantes do Fundo de Pensão da Oi.

A Comissão de Negociação da Federação LiVRE na Oi e na V.tal é formada pelo coordenador Marcelo Beltrão (Secretário Geral da Federação LiVRE – Sinttel-PE), Iara Martins (Sinttel-RN), Hamurabi Duarte ( Sinttel-CE), Lacy da Matta (Sinttel-AM), Luis Antônio Silva (presidente da Federação LiVRE e Sinttel-Rio) e Nilson Hoffmann (diretor de Comunicação da Federação Livre e Sinttel-ES).

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Pin It on Pinterest

Sinttel-ES