Notícias

Telemont paga 2ª parcela de Participação nos Resultados

31/03/2022 - 15h54 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

A Telemont Engenharia – empresa terceirizada de rede externa da Oi – fez nesta quinta, 31, o pagamento da segunda e última parcela do Pograma de Participação nos Resultados (PPR/21), referente aos resultados conquistados pelos trabalhadores no ano passado.

O que era para ser comemorado, afinal foi uma conquista do Acordo Coletivo,  vem gerando algumas dúvidas. Os técnicos não entendem como a empresa chegou aos valores, que cada um recebeu.

Também mostaram grande irritação com a falta de transparência na apuração das metas e indicadores do programa em algumas áreas.

No ano passado, o PPR/21 foi aprovado em assembleia realizada no dia 10 de setembro. Estabeleceu-se o prêmio máximo de R$ 700,00, desde que todos os critérios fossem atingidos. A empresa pagou metade do valor, R$ 350,00, como antecipação dos resultados e o restante viria quando a empresa fizesse a apuração dos resultados.

Conforme o acordo coletivo do PPR firmado entre o Sinttel-ES e a Telemont, o que define o valor a ser pago obedece a alguns critérios que são observados em cada área da empresa:

  1. Indicadores operacionais quantitativos e qualitativos.
  2. Metas coletivas por seguimento.
  3. Metas operacionais individuais – desempenho de cada trabalhador
  4. Meses trabalhados em 2021
  5. Absenteísmo – faltas ao trabalho
  6. Entre outros.

Tudo conta para o cálculo final da Participação nos Resultados.

O SINTTEL telefonou para a diretora de Gente da Telemont, Maria de Lourdes (Lurdinha) relatando essas dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores e ela disse que as dúvidas devem ser levadas ao RH da empresa, para serem esclarecidas.

A diretora garantiu que aqueles trabalhadores cuja área não atingiu os indicadores do PPR  não terão desconto do adiantamento da primeira parcela de R$ 350,00.

Para o Sinttel-ES, um dos grandes problemas da Telemont é a sua contratante, a Oi. Uma Operadora que se esfacelou, vendeu sua parte móvel e centrou seus negócios no setor de fibra optica. E vem deixando os consumidores do fixo ao Deus dará.

Isso tem refletido enormemente na principal parceira terceirizada, a Telemont e nos seus trabalhadores, que recebem dos consumidores toda a carga de insatisfação pelo serviço que a Oi não quer mais prestar.

 

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Pin It on Pinterest

Sinttel-ES