Notícias

Telemont: Ação de cumprimento da CCT pagou R$2.592.424,

03/02/2020 - 17h40 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

534 trabalhadores na Telemont nas funções de Instalador de LA, Cabistas 1 e 2, Técnicos Multiskill e ADSL previstos na Ação de Cumprimento da CCT 2015/2016, receberam no total do processo quase R$ 3 milhões.

Assembleia com os trabalhadores da Telemont

Nem os trabalhadores da Telemont Engenharia de Telecomunicações, prestadora de serviços de rede externa para a Operador Oi e que receberam o processo em 2019, acreditavam. Mas o Sinttel e  o seu Departamento Jurídico, à frente a Drª Renata  Schmidt e o Dr. Ângelo Latorraca, levaram adiante a Ação de Cumprimento da CCT 2015/2016 que cobrava a aplicação de piso nos salários  de 4 funções em todas as empresas: Instalador de LA, Cabistas 1 e 2, Técnicos Multiskill e ADSL. Esses pisos estavam estabelecidos a CCT, assinada com o Sinstal.

Demorou muito e uma multa de quase R$3 milhões sensibilizou a Telemont, empresa por onde a ação começou, a chamar para um acordo. A primeira proposta só contemplava 414 nomes. Uma semana depois, o Sindicato identificou que a empresa só relacionava os cabistas 1, deixando de fora os Cabistas 2, cujos pisos salariais pagos pela empresa também eram menores que aqueles estabelecidos na Convenção Coletiva 2015/2016. Portanto, tinham direito a integrar a relação de beneficiários da Ação.

Com  a proposta na mão, o Sinttel-ES fez sua explanação em  12 assembleias com a categoria, um acordo foi feito em 2018, com  Maria de Lourdes Aguiar, diretora de Gente na Telemont. O acordo estabeleceu, por concordância individual, uma vez que a ação era coletiva.

Com o canal de whats app do Sinttel, vieram  mais trabalhadores e chegou-se a um total de 534 trabalhadores reconhecidos pela Telemont, com direito ao Acordo.

Histórico

Foram 3 anos e meio de batalha judicial, até a empresa perder os 18º e 19º recurso na Justiça do Trabalho -“Agravo Regimental”-, negado por 12 desembargadores do Tribunal Pleno do TRT-ES e o  “Recurso Extraordinário“, em Brasília. Foi uma vitoria fragorosa do Sinttel-ES contra o descaso, o desrespeito praticado à época pela empresa. Durante o pagamento o canal de WhatsApp do Sinttel-ES recebeu diariamente mais de 100 mensagens por dia.

 

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES