Notícias

Sinttel convoca assembleia para avaliação da proposta de PPR da CLARO

12/09/2011 - 9h15 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Depois que a Claro assumiu compromissos com a Fenattel, sindicatos darão voto de confiança e reúnem os trabalhadores, em assembleia, para deliberar pela proposta de PPR.

O presidente da Fenattel, Almir Munhoz, arrancou da Claro um documento compromisso, em que a empresa se obriga a:

• Acompanhar e dar retorno, o quanto antes, dos acontecimentos havidos na filial do Amazonas, inclusive, na verificação sobre eventual ocorrência de abuso;

• Diponibilizar aos trabalhadores da Claro (e os sindicatos terão acesso) o acompanhamento periódico das metas que fazem parte do PPR;

• Aceitar a composição de uma comissão de representantes dos sindicatos, que acompanharam a negociação, para também acompanhar o andamento do resultado das metas do PPR de 2011; e

• Iniciar as negociações de PPR de 2012 a partir de fevereiro desse ano.

Diante desses compromissos, a Comissão Nacional decidiu realizar assembleias e apresentar a proposta de PPR, da empresa, para que os trabalhadores decidam. É um voto de confiança na mudança de conduta da Claro, uma vez que o impasse já dura mais de três meses.

Na reunião realizada no dia 01/09 entre o presidente da Claro, Carlos Zeteno, a diretora de Relações Trabalhistas e Sindicais, Ana Cristina Barcellos Rodrigues e o assessor de negociação, Antonio Carlos Aguiar, o presidente da Fenattel, Almir Munhoz, entregou um dossiê das atitudes antissindicais da empresa. “Um conjunto de práticas que mancham os princípios da boa fé nas relações trabalhistas”, disse.

Almir ainda vai levar os problemas da Claro no Brasil, para a direção mundial da América Movel, controladora da Claro e EBT na Cidade do México. O Encontro está previsto para novembro.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES