Notícias

Proposta da TIM foi aprovada por 2.051 (47%) trabalhadores/as

10/09/2020 - 22h25 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

10/09/2020 – 19h46 – Federação Livre – Redação

Um sucesso. Assim podemos definir a primeira assembleia virtual realizada pela Federação Livre para aprovação de acordo coletivo na Campanha Salarial da Operadoras. Os/as trabalhadores/as na TIM atenderam ao chamado dos sindicatos. Com uma votação expressiva, a proposta da empresa foi aprovada, legitimando o Acordo que foi construído pela Comissão de Negociação da Federação Livre em seis longas reuniões de discussões com a empresa.

A proposta da Operadora TIM para o Acordo Coletivo 2020/2022 foi aprovada por 1.886 trabalhadores/as (92% do total) que votaram em plataforma online durante esta quinta-feira, 10/09.

Dos 4.425 trabalhadores nos estados de Amazonas, Ceará,  Rio Grande do Norte, Pernambuco, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rondônia, representados pela Livre na Operadora TIM, 2.051  ou 46,3% participaram. Um fato inédito no setor de Telecom, haja vista que anos anteriores, nas assembleias presenciais, quando muito, somavam 10% dos empregados na empresa.

A assembleia online mostrou-se um meio bastante democrático e seguro, permitindo a participação de todos os/as empregados/as com a acesso a internet, independente de onde se encontravam, evitando a aglomeração de pessoas, preservando a saúde neste momento de pandemia.

A Federação Livre, em nome dos seus Sindicatos (Sinttel AM, CE, ES, PE, RN, RJ, RO) agradece o empenho e a participação dos/as trabalhadores/as nesta campanha em que conquistamos grande parte das reivindicações propostas na mesa de negociação.

No gráfico, confira o número de votos SIM por estado.

Os números da assembleia

2051 votantes nos estados de AM, CE, ES, PE, RN, RJ, RO de um total de 4.425 empregados.
1886 Sim – 92% votaram Sim
147 Não – 7,2% votaram Não
18 abstenções – 0,8%  se abstiveram

Principais itens da proposta APROVADA de renovação do Acordo Coletivo de Trabalho:

BENEFÍCIOS

HOME OFFICE

Ficou estabelecido, ainda, que a TIM vai fornecer a internet necessária para o trabalhador acessar os sistemas da empresa e, caso a localidade onde mora o trabalhador não seja atendida com a rede da Tim, o trabalhador receberá um valor em dinheiro (R$ 80,00) para subsidiar a internet de outro fornecedor.

Essas garantias deverão ser implantadas até 30 de dezembro de 2020, pois a empresa informou que todos os trabalhadores do Call Center da TIM permanecerão regime de Teletrabalho, mesmo após a pandemia.

Para estes trabalhadores do teleatendimento está garantida a manutenção das regras estabelecidas no Anexo II da NR 17, como as pausas. Para os demais cargos, valerá o que a empresa já pratica hoje, ou seja, trabalho em casa e nas dependências da empresa em dias alternados, conforme a área de atuação.

Importante destacar que ficou garantido pela TIM o direito à desconexão, quando o trabalhador cumprir com a sua jornada diária.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES