Notícias

Proposta da Oi/Paggo é Medíocre. Reajustes só em meados de 2020

14/11/2019 - 15h46 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

A primeira reunião conjunta – Fitratelp e Federação Livre – para a negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020 com a Operadora Oi e Lojas Paggo, realizada no dia 12/11 no Rio de Janeiro, foi decepcionante. A proposta apresentada não atende, minimamente, às reivindicações da categoria e, por isso, foi rejeitada. A próxima reunião está agendada para 28/11/2019. 

Como acontece todos os anos, a empresa usa a tática de expôr suas dificuldades financeiras para depois apresentar uma proposta ordinária, que não atende as necessidades dos trabalhadores.

A Oi ofereceu reajuste salarial de apenas 50% do INPC somente para agosto de 2020; Vale Alimentação e Auxílio Creche 50% do INPC em maio de 2020. Para os trabalhadores das lojas, reajuste salarial 50% do INPC em junho de 2020; Tíquete Alimentação 50% do INPC em abril de 2020.

A proposta foi REJEITADA pelos representantes dos trabalhadores porque ela é indecente não atende a Pauta de Reivindicações da categoria. Os empregados merecem respeito, pois durante o processo de Recuperação Judicial todos se doaram para salvar a empresa e preservar os empregos de milhares de trabalhadores. Este é o momento da Oi reconhecer tamanha dedicação e espirito coletivo oferecendo uma proposta justa.

Sendo assim, alertamos aos companheiros para a necessidade de aumentar a nossa mobilização para forçar a empresa a avançar na proposta. Não resta outro caminho, a não ser a união de todos em torno dos sindicatos para fortalecer a nossa Campanha Salarial.

Não podemos esquecer que toda conquista é resultado do esforço coletivo da categoria.

É hora de ir à luta. Fiquem atentos ao próximo informativo após a reunião agendada para 28/11.

Filie-se ao Sinttel-ES!!!

#Oi

#Sinttel-ES

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES