Notícias

Oi muda plano de saúde e prejudica ex-empregados

07/06/2011 - 7h43 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Obrigada judicialmente a fornecer o plano de saúde para os ex-empregados e seus dependentes, a Oi não mede as maldades para prejudicar essa parte da categoria. Em duas ocasiões em que fez mudanças no plano de saúde deixou na mão centenas de pessoas que precisam de assistência médica. Em menos de três anos, é a segunda vez que a empresa apronta com usuários.

A insensibilidade da Oi é visível quando de alguma forma ela precisa tratar com os ex-empregados, a maioria aposentados, sobre o plano de saúde. Na outra vez, a empresa não entregou as carteirinhas para os usuários. Mandou anexar aos processos judiciais que os trabalhadores ganharam e que obrigou a empresa a oferecer o benefício nos mesmos moldes que oferece aos empregados. Isso deu muita confusão e prejudicou dezenas de ex-empregados e dependentes. Foi preciso a interferência do Sinttel e dos advogados em cada processo, muitos já arquivados, para que os ex-empregados recebessem o documento que é essencial ao atendimento.

Esse ano, novamente a Oi fez mudanças no plano de saúde. Mudou para a Unimed com atendimento nacional, mas excluiu todos os dependentes, deixando somente os titulares. Muitos ainda nem sabem disso, porque esperam pelas carteirinhas. Outros, acionaram o Sinttel. Cobrada, a Oi depois de um frio silêncio confessou que os documentos não seriam entregues devido à exclusão dos dependentes.

O departamento jurídico do Sinttel orienta os trabalhadores, que são usuários do plano de saúde, a enviar um e-mail à Débora (dbmoreira@oi.net.br), responsável pelo encaminhamento das demandas entre a Oi, o plano e os usuários. Segundo o advogado, o atendimento pelo 0800 não gera documento, por isso a necessidade de enviar um e-mail.

“Depois que enviar o e-mail reclamando, ligue para o 08002807090 da Oi, se identifique e cobre respostas ao e-mail, pergunte pela carteirinha do plano de saúde. Se não houver uma resposta positiva, procure o advogado que cuidou de seu processo, muitos individuais, para que tome as providências cabíveis”, explicou a diretora do Sinttel, Rita Dalmásio.

O presidente do Sinttel, Nilson Hoffmann orienta que para fazer marcação de consultas e procedimentos o usuário deve ligar para a Central Nacional da Unimed. Tem dois números: 08009420011 e 08009412929. Peça um protocolo para os atendimentos.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES