Notícias

Nova Geração libera pagamento

21/03/2011 - 9h09 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

As telefonistas do Banco do Brasil, ex-empregadas da Nova Geração receberam o valor referente às rescisões de contrato, no dia 14 de março. Eles já tiveram os contratos transferidos para a Plansul, a empresa que está prestando serviços de conservação e limpeza para o banco.

Depois de muita pressão e uma paralisação na portaria das agências da Praça Pio XII e Explanada, no centro de Vitória, as mais de 60 telefonistas contratadas pela Nova Geração receberam o pagamento pelas rescisões de contrato, marcadas para serem feitas no dia 7 de março e até hoje ainda não homologadas. Terceirizadas do Banco do Brasil, as trabalhadoras ainda não sabem se o valor que foi depositado pela Nova Geração está correto, pois nenhum documento foi apresentado para as trabalhadoras.

O Sinttel está acompanhando de perto a situação das trabalhadoras com a Nova Geração. Na sexta-feira (11), um e-mail foi enviado à empresa cobrando uma solução rápida para o problema. “A resposta que recebemos da gerente de RH foi que o pagamento seria feito no dia 14 e que havia um acordo com o banco de que ele liberaria o dinheiro retido da Nova Geração, explicou o diretor do Sinttel-ES, Wilson Leão.

Ainda segundo Leão, o Sindicato também entrou em contato por telefone, pressionando pelo pagamento, afirmando para a Nova Geração que o Banco só deveria liberar o dinheiro se a empresa quitasse todos os débitos trabalhistas e de sociais dos trabalhadores, como por exemplo, os repasses da previdência social e do FGTS.

Um enrolo. É assim que se pode resumir o contrato da Nova Geração com o Banco do Brasil, no Espírito Santo. Mais de uma centena de trabalhadores e trabalhadoras foram prejudicados, devido a má gestão da terceirizada e, principalmente do Banco, que não fiscalizou e nem tomou uma atitude que pudesse prevenir o calote aos (às) empregados (as).

Contrato com a Plansul

Segundo as telefonistas o novo contrato com a terceirizada caminha bem. “Já recebemos os vales transportes e o valor do tíquete refeição [R$ 6,32 por dia]. Apesar de terem sido depositados no dia 10, mas a empresa compensou o atraso”.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES