Notícias

Nossa Opinião – Medalha de ouro

03/08/2016 - 14h15 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Na sexta, dia 5, começam as Olimpíadas no Rio de Janeiro. Ao contrário do clima de esperança que o país respirava em 2009, quando a cidade foi escolhida para sediar o evento, o Brasil vive hoje um Estado de exceção.

De forma ilegal, parlamentares brasileiros subtraíram o poder de uma presidenta eleita com mais de 54 milhões de votos. E o governo golpista vem colocando a culpa da crise nos trabalhadores, a ponto de afirmar que as leis trabalhistas são impeditivas para o desenvolvimento do país. Pretende acabar com o pagamento de horas extras, com o prazo de prescrição para que os trabalhadores reclamem na Justiça sobre violações trabalhistas e vários outros direitos.

Na área das telecomunicações, além de ter acabado com o Ministério das Comunicações, transformando-o num apêndice de um Ministério monstro, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), está tomando várias medidas para beneficiar os controladores das operadoras, em detrimento dos trabalhadores e da sociedade.

E qual o ataque principal? Acabar com as concessões, entregar os bens reversíveis (R$ 105 bilhões) às concessionárias e acabar com a Telebras.

Para implementar esse plano, nomeou André Borges, oriundo da Oi, como Secretário de Telecomunicações. E para a presidência da Telebras, Antônio Loss, ex-executivo da Net Sul, Net serviços, Oi e que estava à frente da Via Sat. É a velha história da raposa e o galinheiro. Os golpistas já informaram que a Telebras não mais prestará serviços de telecomunicações às empresas do Estado. Ou seja, caminho aberto para que este rico mercado continue com as operadoras privadas.

Universalização da banda larga, serviços de qualidade em telecomunicações, utilização dos contratos de concessão como instrumentos para viabilizar o acesso aos serviços de telecomunicações não passam pela cabeça desses senhores.

O Instituto Telecom tem a certeza de que com esse governo golpista nunca ganharemos nenhuma medalha por reduzir o gap entre o Brasil e as outras nações, ao contrário a distância aumentará. Desenvolvimento, crescimento, democracia não coadunam com golpes. A única medalha de ouro possível de ser ganha virá com a retirada dos golpistas do governo.

Instituto Telecom, Terça-Feira, 2 de agosto de 2016

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES