Notícias

Mulheres protestam contra a Reforma da Previdência e a violência

08/03/2017 - 16h14 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

O dia 8 de março, que celebra o Dia Internacional das Mulheres, foi marcado em Vitória-ES pela manifestação de protesto do movimento de mulheres trabalhadoras. Pela manhã, elas se concentraram na Praça 8, no Centro e depois saíram em passeata contra a Reforma da Previdência e o Feminicídio, diante da dura realidade do ES que detém os maiores índices de assassinatos de mulheres no Brasil.

As manifestantes caminharam pelas principais ruas da cidade e se dirigiram para a Sede do INSS, localizado na Avenida Beira, no bairro de Monte Belo, onde fizeram um ato público para denunciar as reformas previdenciária e trabalhistas, propostas pelo governo golpista de Michel Temer, e que retiram direitos da classe trabalhadora.

Reunidas por várias causas, as mulheres capixabas participaram este ano da Campanha Mundial “Parada Internacional das Mulheres”, cujo tema principal é “Se Nossas Vidas não Importam, Que Produzam Sem nós”, numa referência clara à discriminação da mulher no trabalho e na sociedade capitalista, onde ela recebe salários menores e não ocupa, na mesma proporção, cargos de comando nas empresas e no governo.

O movimento 8M Pare no Brasil orientou que as mulheres fizessem uma paralisação de uma hora, entre 12h30 e 13h30 no dia de hoje, contra a Reforma de Previdência e pelo fim da violência contra a mulher. O ES continua no topo do ranking dos assassinatos de mulheres.

O Sinttel foi representando por dois diretores, Alessandro Mamedi e Reginaldo Biluca, que caminharam em apoio à luta das mulheres.

Veja imagens e fotos da manifestação.

 

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES