Notícias

Infraestrutura de Telecom encolhe. Notes superam smartphones no Brasil

11/12/2017 - 12h12 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Se não fossem as vendas dos smartphones, a indústria de Telecomunicações teria tido um 2017 negativo. O setor de infraestrutura, por exemplo, encolheu 5% este ano com a redução dos investimentos das operadoras e a previsão de 2018 é um crescimento zero. A possibilidade de mudança no cenário é a aprovação do PLC 79 – travado no Senado Federal – e que poderá trazer pelo menos mais R$ 10 bilhões para o setor.

“As operadoras investiram mais que em 2016, mas ainda bem abaixo dos patamares de 2014, com cerca de R$ 30 bilhões. Para nós, o valor ideal seria de R$ 40 bilhões para equilibrarmos as contas. Se o PL 79 passar, eu acredito que haverá um aumento imediato de 20% nos investimentos das operadoras”, pontuou Aluizio Byrro, presidente do conselho da Nokia no Brasil e diretor da Abinee, durante coletiva de imprensa da entidade, na sexta-feira, 08/12, em São Paulo. O faturamento de Telecomunicações ficou em R$ 32,5 bilhões.

Os smartphones reinaram em 2017. Serão vendidos, de acordo com a Abinee, 48.560 milhões de celulares inteligentes no Brasil, um incremenot de 12% em relação a 2016, quando foram vendidos 43.494 milhões de unidades.

Em informática, os notebooks foram as estrelas e impulsionaram um crescimento de 8% no segmento, que vai registrar um faturamento de R$ 22,8 bilhões. Os notebooks cresceram 21%, acima até dos smartphones, com 17%.

O ano deve terminar com 3,4 milhões de notebooks vendidos, 1,6 milhão de desktops, e 3,7 milhões de tablets. Esse total, de 8,8 milhões de unidades, ainda está longe, no entanto, do volume de 2015, quando foram vendidos 12,4 milhões de dispositivos. Para 2018, a previsão da Abinee é de que o setor de informática cresça 6%.

Ana Paula Lobo … 11/12/2017 … Convergência Digital

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES