Notícias

Hallen oferece 3% em 1º de Julho. Sinttel-ES fará assembleia virtual

01/07/2020 - 22h17 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Acordo com a Hallen dependerá da participação dos trabalhadores na votação virtual que será feita via internet dia 07/07, terça-feira, das 9 às 17h.

Mão, segurando, telefones móveis, isolado Foto Premium

Discutir e fechar acordos e convenções coletivas com as empresas é um das prerrogativas dos sindicatos, por ser a entidade representante LEGÍTIMA DA CATEGORIA. Nos nos últimos 45 anos, o SINTTEL-ES NUNCA DEIXOU DE REALIZAR ASSEMBLEIAS presenciais para que os trabalhadores avaliassem as negociações.

A pandemia da Covid-19 vem impondo mudanças no comportamento dos seres humanos em todo o planeta, nas empresas, instituições, na higiene dos ambientes e dos alimentos, no uso constante de máscara, mas, principalmente, no isolamento social. Tudo isso, para evitar o contágio pelo Coronavírus que já matou, no ES, 1.675‬ cidadãos e contaminou outros 48.599. No Brasil, ‬61.025‬ morreram e 1.443.539 foram  contaminados (dados de 01/07/2020 às 14h30). Isso porque as aglomerações de pessoas estão proibidas desde março/2020, mas a população não leva a sério.

A atividade sindical tem como premissa o contato direto com os trabalhadores, seja no atendimento na sede do Sindicato, seja nas assembleias nos locais de trabalho, encontros ou reuniões com as empresas.

Assim como as reuniões de negociação com os patrões vem acontecendo pela internet, as assembleias também podem e devem ser realizadas. “Não podemos perder a transparência de nossa atuação junto aos trabalhadores”, explica o presidente do Sinttel-ES, Nilson Hoffmann.

Então, estreando essa nova forma de participação dos trabalhadores para avaliar a negociação que o SINTTEL fez com a Hallen/Vivo, TODOS OS TRABALHADORES deverão ingressar esse link  (votação) para participar da assembleia virtual, no dia 07 de julho, entre 9 e 17 horas, e votar pela aprovação ou não da proposta. O Sinttel-ES garante o sigilo do voto. Apenas o resultado final será divulgado.

Proposta

Após duas reuniões de negociação online, os representantes da Hallen concordaram em conceder um reajuste nos salários em 3% e 5% no auxílio-alimentação a partir de 1º de julho. Mas a empresa não oferecia nada, assim como vem acontecendo na Telemont, na Serede e nas demais prestadoras de planta externa.

Essa proposta saiu depois de um grande esforço do SINTTEL-ES em mostrar para a empresa que os trabalhadores precisam do reajuste. Todos os demais benefícios, garantidos na CCT 2019/2020 permanecem. A inflação do período – INPC acumulado entre maio/2019 e abril/2020 foi de 2,46%.

Conjuntura desfavorável à luta por aumento de salário

Neste momento de grave crise econômica devido à pandemia da Covid-19 e da ausência de políticas do governo federal que deveriam garantir uma renda mínima para os mais de 45% da população que estão desempregados, desalentados e na informalidade, o reajuste conseguido pelo Sinttel-ES já é  uma grande avanço da negociação, uma vez que muitas empresas nem querem negociar.

O Sinttel-ES nunca defende uma proposta patronal, porque sabe que os trabalhadores têm muitas necessidades. Porém, é obrigação do Sindicato fazer uma análise da situação econômica e informar aos trabalhadores para que eles possam tomar a melhor decisão.

O quadro atual nas empresas prestadoras de serviço em planta externa para as operadoras no Rio e São Paulo, por exemplo, é muito ruim para os trabalhadores. Nenhuma ofereceu reajuste salarial e a negociação está suspensa. Um acordo foi estabelecido suspendendo a negociação entre os sindicatos e as empresas.

Segundo pesquisa do IBGE, divulgada dia 30/06/20, o País perdeu 7,8 milhões de postos de trabalho em 3 meses. Dos 7,8 milhões de ocupados a menos, 5,8 milhões eram informais.Houve queda de 2,5 milhões de empregados com carteira assinada, de 2,4 milhões de trabalhadores sem carteira assinada, de 2,1 milhões de trabalhadores por conta própria. A ocupação no mercado de trabalho atingiu o menor nível histórico e pela 1ª vez, menos da metade da população em idade de trabalhar está ocupada. A taxa de informalidade (37,6%) é a menor da série histórica e os desalentados (quem desistiu de procurar trabalho) bateu novo recorde, reunindo 5,4 milhões. Outro dado é que a população subutilizada atingiu o recorde de 30,4 milhões de pessoas.

Diante de todo esse caos, o Sindicato avalia que é positivo esse reajuste e que reduz a perda salarial, pois está acima da inflação apurada no período.

Curta o SINTTEL-ES no Facebook/@sinttelES
Opine no Twitter: @sinttel_es
Acompanhe no Instagram: sinttel_es

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES