Notícias

Em reestruturação, Oi demitirá cerca de dois mil funcionários

10/05/2016 - 18h15 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Escrito por: Ana Paula Lobo
Fonte: Convergência Digital

Com o desafio de negociar com os seus credores uma dívida, estimada em US$ 14 bilhões, a Oi promove um corte de aproximadamente dois mil funcionários. Segundo fontes da empresa, a redução de pessoal acontece nos cargos administrativos. A parte operacional – voltada para o atendimento ao cliente – não estaria sendo afetada. Mas há notícias de demissões de diretores e gerentes em todo o país.

Em nota oficial encaminhada ao portal Convergência Digital, nesta terça-feira, 10/05, a Oi explica que a transformação do negócio segue sendo a prioridade máxima, como a recente mudança do modelo comercail e de marca direcionados aos novos hábitos de consumo.

No comunicado, a Oi destaca que, em 2016, “foram incorporadas posições técnicas na empresa de operação e manutenção de rede de acesso do Grupo, envolvendo a região sul e sudeste do Brasil. Este movimento é bastante desafiador considerando as questões financeiras envolvidas, porém estruturante para a Companhia atingir seus objetivos estratégicos”.

A operadora sustenta ainda que as medidas de contenção acontecem “com o intuito de manter níveis de rentabilidade e produtividade para fazer frente ao cenário macroeconômico atual, a Oi está realizando uma readequação da sua estrutura administrativa baseada na busca contínua de eficiência”.

No balanço financeiro do quarto trimestre de 2015, divulgado no dia 24 de março, a Oi informou que o endividamento bateu em R$ 54,98 bilhões ao fim de um ano em que as receitas caíram, ainda que pouco (0,5%). O prejuízo, que foi de R$ 4,5 bilhões em 2014, aumentou para R$ 5,3 bilhões. O Convergência Digital publica a íntegra da nota da Oi encaminhada à Imprensa.

POSICIONAMENTO OI

A Oi iniciou em 2015 um plano de transformação do seu negócio e de sua estrutura de capital, com a adoção de diversas iniciativas que geraram avanços operacionais relevantes e possibilitaram a entrega de guidances que haviam sido anunciados ao mercado.

Para manter sua trajetória de crescimento, a Oi vem aprofundando as medidas que visam à melhoria do negócio, promovendo iniciativas comerciais, de infraestrutura e gestão. Uma das iniciativas relevantes é o fortalecimento das estruturas operacionais para sustentar uma evolução na qualidade da prestação de serviços com impacto positivo na experiência do cliente. Esse é um dos principais focos da Organização, que promoveu recentemente um reposicionamento comercial e de marca direcionados aos novos hábitos e tendências de consumo.

Em função disto, no ano de 2016 foram incorporadas posições técnicas na empresa de operação e manutenção de rede de acesso do Grupo, envolvendo a região sul e sudeste do Brasil. Este movimento é bastante desafiador considerando as questões financeiras envolvidas, porém estruturante para a Companhia atingir seus objetivos estratégicos.

Com o intuito de manter níveis de rentabilidade e produtividade para fazer frente ao cenário macroeconômico atual, a Oi está realizando uma readequação da sua estrutura administrativa baseada na busca contínua de eficiência.

A Oi continua sendo um dos maiores grupos empregadores do país, gerando cerca de 146.000 empregos diretos e indiretos em todo o território nacional. A Oi tem uma estratégia de negócios para os próximos três anos com foco em digitalização, convergência e dados, associado a um planejamento que mantém forte direcionamento para controle e corte de custos.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES