Notícias

Crise pra quem? Bradesco quer comprar HSBC por US$ 4 bi: à vista

11/06/2015 - 9h13 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Após escândalo internacional, banco britânico deve demitir 50 mil funcionários.

O HSBC comunicou, nesta terça-feira (9), em documento enviado à Bolsa de Valores de Hong Kong, que encerrará suas atividades no Brasil e na Turquia. Uma corrida para comprar as operações do banco britânico no Brasil teria começado. Segundo o jornal “O Globo”, o Bradesco estaria disposto a pagar até US$ 4 bilhões à vista.

No momento em que se propaga pelo País o apocalipse econômico, usado como justificativa para um pacote de ajustes enorme, que ataca direitos trabalhistas e transfere o “prejuízo” para o trabalhador, é assustador que um banco consiga desembolsar tamanho aporte financeiro em uma única operação.

Ainda de acordo com o jornal “O Globo”, Itaú e Santander também se interessam em adquirir as operações do HSBC no Brasil. Caso o Bradesco compre o HSBC Brasil, passaria a ter R$ 1,18 trilhões em ativos. Que crise.

A filial suíça do banco é acusada de ter facilitado a sonegação de impostos para clientes, dos quais, mais de oito mil brasileiros. Entre os correntistas brasileiros estavam políticos, empresários da mídia e artistas.

O fim das operações no Brasil e na Turquia vai gerar 25 mil demissões nos dois países e mais 25 mil espalhadas em agências pelo resto do mundo. O HSBC vai priorizar suas atividades na Ásia, principalmente na China.

Escrito por: Igor Carvalho / CUT • Publicado em: 09/06/2015 – 17:53 • Última modificação: 10/06/2015 – 17:30

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES