Notícias

BrasilCenter faz proposta de reajuste para o Acordo Coletivo 2017/2018

11/05/2017 - 10h24 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Sinttel-ES convoca assembleia com os/as trabalhadores/as para apreciação da proposta, com votação secreta.
Dia 15/05 a partir das 11 horas ao lado da portaria da empresa

Foram realizadas 3 reuniões de negociação do Acordo Coletivo 2017/2018. A empresa impôs a desistência do processo de dissídio em troca do pagamento dos retroativos do ano passado.

 

Por causa dos prejuízos já sofridos pelos/as trabalhadores/as, desde maio de 2016, quando houve impasse na negociação salarial do acordo 2016/2017, a diretoria do Sinttel-ES decidiu apresentar – para avaliação de todos os empregados/as – a proposta salarial da BrasilCenter.

Na negociação do ano passado, o que pegou na proposta da BrasilCenter foi sua recusa em dar reajuste salarial para os seus REPs, mas a empresa dava para os demais empregados/as. Com o impasse, o Sindicato ajuizou o processo de Dissídio Coletivo, buscando justiça para uma situação discriminatória e humilhante, já que alguns teriam reajuste e outros não.

O Julgamento do Dissídio se deu em novembro/2016 com vitória para os empregados, mas a empresa vinha encontrando formas de não pagar o abono de R$ 280 e reajustes de 9,91% para todos os empregados, conforme a sentença do dissídio.

Em Março/2017, o Sinttel-ES conseguiu uma liminar que determinava o cumprimento IMEDIATO desta sentença. Porém, a BrasilCenter, numa atitude desumana e covarde, preferiu pagar quase R$ 9 mil e recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, para não pagar melhores salários e benefícios aos seus trabalhadores/as.

No mês passado, o TST suspendEU ESSA liminar desobrigando o pagamento. E como não se tem previsão do julgamento desse recurso no TST, e nem é possível prever se esse Tribunal de Brasília vai manter a decisão favorável aos trabalhadores, o Sinttel leva para a categoria decidir se aceita ou não a proposta de acordo 2017/2018, já que há uma condição imposta pela empresa: desistir do processo de dissídio.

E quem tem que decidir qual caminho tomar são os/as trabalhadores/as. Então veja a proposta:

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES