Notícias

BrasilCenter diz que estuda, mas não apresenta contraproposta

14/06/2022 - 18h09 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Numa tentativa clara de cansar a paciência dos trabalhadores, representantes da BrasilCenter ainda estão estudando uma contraproposta de reajuste salarial para apresentar ao Sinttel-ES. É uma espécie de represália à assembleia realizada nos dias 19 e 20 de maio, que RECHAÇOU a proposta miserável de reajuste salarial, feita pela empresa para o Acordo Coletivo 2022/2023. 

Desde o dia 23 de maio que a BrasilCenter foi informada pelo SINTTEL que a proposta de acordo coletivo foi recusada pelos os trabalhadores e trabalhadoras. Mesmo assim, já se passaram 22 dias e a empresa permanece muda, caladinha.

O Sindicato ligou para o gerente de relações trabalhistas do Grupo Claro Brasil, Fabiano Guimarães, responsável pelas negociações da BrasilCenter, cobrando uma posição. Ele disse que a empresa está estudando uma contraproposta. Sem cerimônia, criticou o sindicato por ter recomendado aos trabalhadores que reprovassem a proposta e disse que iria estudar uma alternativa para apresentar ao Sindicato.

Até hoje, 14 de maio, a empresa permanece em completo silêncio. Ao contrário dos empregados do call center, que querem ver a empresa desembuchar uma contraproposta.

A data base, abril, já passou e os salários continuam podendo poder compra para a inflação galopante que já chega a 12,43% em maio.

PRECISAMOS FAZER PRESSÃO

Você é sindicalizado? Não? Então comece se filiando ao sindicato (clique aqui e preencha a ficha de sindicalização). Os patrões sabem quando o sindicato é forte pelo número de sindicalizados.
Participe das assembleias. Assembleias participativas, cheia de trabalhadores impõem respeito e todos decidem o que é melhor. Não deixe que alguns decidam por você.

Sozinhos não temos força, mas se estivermos unidos, com certeza terão que nos respeitar. Chega de ficar implorando. Chega de sermos tratados como bucha de canhão que só serve para garantir os lucros das empresas. Merecemos salários melhores, queremos dignidade.

Lembre-se! O compromisso é de cada um e com os seus colegas de trabalho. O seu salário, a sua dignidade vai depender dessa vontade e disposição.

A BrasilCenter ofereceu:
  1.  Para os REP  — zero de reajuste. Segundo ela, eles já tiveram reajuste do salário mínimo em jan/22.
  2.  Para os REP de Serviços Especializados —  1,73% de reajuste em novembro.
  3.  Para os demais salários —  8,21% -> sendo  4% em julho e 4,21% em novembro. E mais um abono de 20% do salário.
  4.  Tíquete alimentação —  reajuste de 8,21% -> sendo  4% em julho e 4,21% em novembro. E mais R$ 100,00 de cesta, em maio, se a proposta tivesse sido aprovada
  5.  Demais benefícios —  8,21%  -> 4% em julho e 4,21% em novembro.
Achatamento do Salário dos REP Especializados

A diferença entre o salário mínimo recebido pelo REP e o salário do REP ESPECIALIZADO vem caindo a cada ano.

Conforme a tabela, em  2017 essa diferença era de R$ 71,79. Se a proposta da empresa fosse aceita, a diferença este ano cairia para R$ 19,40.

É inaceitável.

E para os trabalhadores administrativos, gerentes, supervisores, coordenadores, a empresa queria dar somente 8,21% -> sendo  4% em julho e 4,21% em novembro. E mais um abono de 20% do salário que só entra uma vez e não é incorporado aos salários.

Ninguém é bobo. Esses são os motivos: 8,21% parcelado, quando a inflação foi de 11,73% em abril.

Reajuste de 1,73% em novembro para os Especializados.

Acorda BrasilCenter! Apresente uma proposta boa, digna para os seus “colaboradores”.

 

 

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Pin It on Pinterest

Sinttel-ES