Notícias

Por 41 votos proposta de ACT da BrasilCenter foi aceita em assembleia

14/08/2018 - 10h00 - Sinttel-ES - Tania Trento
Imprimir

Matéria atualizada dia 16.08.2018, às 16h

Apuração dos votos da assembleia na BrasilCenter. Diferença de 41 votos mostra a insatisfação dos trabalhadores com a proposta de ACT da Empresa.

Com um resultado muito apertado, cuja diferença foi de apenas 41 votos, 741 trabalhadores/as da BrasilCenter, call center do Grupo Claro em Vila Velha/ES, votaram secretamente avaliando a proposta de reajuste salarial e nos benefícios. Aceitaram o Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019, 394 que disseram SIM para a proposta e 353 que disseram NÃO.

A assembleia que colheu os votos dos/as trabalhadores/as da BrasilCenter, começou às 11 horas e só terminou no final da tarde com a apuração dos votos, feito no mesmo local e na presença de trabalhadores.

O Sinttel distribuiu o informativo Canal de Voz informando as condições da proposta um dia antes da votação, objetivando esclarecer sobre o que a empresa oferecia (quase nada), que foi a segunda proposta de reajuste feita pela empresa. Na primeira assembleia, realizada em 22 de maio, a proposta da empresa foi rejeitada.

Três meses se passaram até que a empresa apresentasse um novo reajuste. Mas isso foi frustrante. O aumento oferecido na proposta foi apenas para um dos pisos salariais praticados pela empresa: o de serviços especializados que de 1,56% passou para 1,7% de reajuste.

A insatisfação dos/as empregados/as foi visível, diante dos resultados da Assembleia, fato evidenciado pelo Sinttel para os representantes da empresa ainda na mesa de negociação. O Sinttel-ES avisou que o índice oferecido era muito abaixo daquilo que a categoria esperava e precisa, diante das condições de vida e trabalho que enfrentam.

Mesmo com os/as trabalhadores/as rejeitando sua primeira proposta, a BrasilCenter não teve a sensibilidade de reconhecer e valorizar os/as empregados/as. A empresa se aproveitou do momento ruim, de grave crise na economia, com mão de obra farta no mercado, para ganhar e lucrar ainda mais, arrochando os salários.

Abaixo a matéria que foi publicada convocando a categoria para a assembleia.

BrasilCenter apresenta proposta. Assembleia nesta 4ª, dia 15

Depois de quase 3 meses, empresa propõe reajuste de 1,7% para o piso de serviço especializado

O SINTTEL convoca os trabalhadores da BrasilCenter para participarem da assembleia de avaliação da proposta de Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019.

Desde o dia 22 de maio, quando a maioria dos seus empregados recusou a proposta de reajuste salarial (1,56%) os trabalhadores esperavam uma contraproposta que melhorasse os índices de reajuste salarial e nos benefícios.

Somente no final de julho a BrasilCenter voltou a se reunir com o SINDICATO objetivando apresentar uma nova proposta para atender às necessidades dos empregados.

Os representantes da empresa na prática reapresentaram a proposta que a categoria já recusou na assembleia do dia 22 de maio. Porém, aumentaram de 1,56% para 1,7% o reajuste para o Piso Salarial do Serviço Especializado.

Diferentemente dos demais salários contemplados, na proposta anterior, com reajuste a partir de 1º de abril, o Piso Salarial do Serviço Especializado seria reajustado a partir de 1º de Agosto.

RESUMINDO:

A) A empresa mantém a proposta anterior para os demais salários e benefícios;
B) Aumenta de 1,56% para 1,7% o piso para serviço especializado, agora em agosto/2018.

Participe da Assembleia

 

Como aconteceu em maio, a partir das 11 horas desta 4ª feira, dia 15 de Agosto, haverá votação secreta na portaria da empresa.

A proposta da BrasilCenter para o Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019  deve ser analisada por todos. A apuração dos votos será feita no final da tarde.

Negociações do teleatendimento no BRASIL

O Sinttel entende que o Grupo Claro é o segundo grupo de telefonia que mais lucra no Brasil e poderia melhorar a proposta acima. Mas, é importante que todos saibam como está se dando a negociação dos acordos coletivos do Setor de Teleatendimento em nível nacional.

O piso salarial é de R$ 937,00 e o reajuste é de 1,56% para outros salários e benefícios, mas só em Janeiro de 2019.

Para compensar 2018 sem reajuste, as empresas ofereceram abono de 150 reais.

Contribua para o fortalecimento do Sinttel

Na assembleia realizada no dia 19 de março de 2018, para a aprovação da pauta, foi aprovada uma contribuição de todos/as os/as trabalhadores/as da BrasilCenter, como forma de fazer frente aos gastos do Sindicato com a campanha salarial e também para ajudar no fortalecimento da entidade.

A contribuição é de 3% do salário nominal, divididos em três parcelas de 1% descontadas a partir do mês seguinte a data do fechamento do acordo (Set/Out/Nov).

Aqueles que não concordarem com o desconto, deverão entregar no Sindicato, uma carta informando da recusa do desconto.

O prazo que foi aprovado nesta assembleia é de 15 dias após aceitação da proposta em apreciação. Desta forma, se assembleia aprovar a proposta, o prazo final é dia 31/08/2018.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Pin It on Pinterest

Sinttel-ES