Notícias

Assembleia na Claro aprova proposta com 74,5% dos votos

20/11/2020 - 22h23 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

20/11/2020 – 19h09 – Federação Livre – Redação

Os/as trabalhadores/as na CLARO SA (NET, Embratel, Star One, Nextel, Primesys  e Telmex) nos estados Amazonas, Ceará, Pernambuco, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rondônia aprovaram a proposta da operadora para o aditivo no acordo coletivo de trabalho 2019/2021. Desta forma, o abono de 50% do salário nominal, sendo mínimo de R$ 1.300,00 e máximo de R$ 2.500,00 poderá ser pago no dia 10 de dezembro.

A assembleia virtual na plataforma https://sinttel.votabem.com.br foi realizada nesta 5a. feira, 19/11, das 7 às 19 horas. Participaram da votação 2.879  empregados/as, sendo que 2.145 ou 74,5% votaram a favor da proposta. Entretanto, rejeitaram a proposta 702 (24,3%) empregados/as. A abstenção somou 32 votos (1,2%).  Os/as empregados/as oriundos/as da NET no Rio de Janeiro votaram pelo E-mail assembleiavirtual@sinttelrio.org.br, devido ao pendenga jurídica entre a empresa e o SinttelRio.

A votação foi tranquila, sem nenhum problema, obedecendo às regras do isolamento social, sem aglomeração e permitindo a participação de todos/as os/as trabalhadores. E os resultados divulgados com transparência.

Proposta magra também teve rejeição de 702 empregados/as

A avalição da Federação Livre sobre a Assembleia  é que a participação foi relativamente baixa, em comparação com às assembleias realizadas na TIM e na VIVO. Dos/as 4.598 empregados/as nas empresas da CLARO SA (NET, Embratel, Star One, Nextel, Primesys e Telmex) nos sete estados, apenas 2.879 participaram, o que significou 62,6% dos/as trabalhadores/as. E a rejeição não foi pequena. Cerca de 24,3% dos que votaram, não aceitariam as condições oferecidas pela empresa, isso somou 702 empregados/as.

O presidente da Federação Livre, Luis Antônio Souza da Silva, analisa que a proposta da CLARO foi muito magrinha, se comparado às demais operadoras. “Apesar de nenhuma delas querer reajustar salários na data base, a CLARO somente ofereceu um abono para pagamento ainda este ano.  Tanto a Tim como a Vivo adiantaram também uma parcela do PPR, o que colocou mais renda no bolso dos/as trabalhadores/as”, explicou Luis Antônio.

Para o presidente, ainda tem o agravante de que a CLARO, ao contrário das outras, não ofereceu reajuste dos benefícios e do auxílio alimentação ainda que seja no ano que vem.

Veja proposta aprovada

Abono Indenizatório sem descontos e tributação

50% do salário nominal: mínimo de R$ 1.300,00 e máximo de R$ 2.500,00. Pagamento em 10/12/2020. Desligados em SET/OUT e NOV/2020 – pagamento proporcional em avos. Executivos não têm abono.
PPR

Pagamento em 31/Março/2021.

Teletrabalho
Criar uma comissão para discutir o teletrabalho e apresentar proposta em até 90 dias, a partir da assinatura do Acordo.

Convênio Farmácia

Implantar já em 2021, o convênio com uma rede de farmácias, com limite de crédito e desconto em folha de pagamento, para todos os produtos vendidos no estabelecimento, sejam remédios, cosméticos e etc.

Abono dos dias 24 e 31/12

Abonar os meios-dias de trabalho, vésperas do Natal (24) e Ano Novo (31) sem prejuízo do salário e do DSR. Exceto nas áreas de atendimento ao cliente, operações e outras que tenham escalas de trabalho e plantões. Nestas áreas, poderão gozar e ter esse período abonado em outro dia, de acordo com o gestor.

Férias incentivadas

Conceder 2 dias a mais de férias para aqueles que tirarem férias no mês de Dezembro.

Horário Flexível

Cláusula garantindo o horário flexível para os administrativos, a ser negociado com o gestor da área. Exceto nas áreas de atendimento ao cliente, operações e outras que tenham escalas de trabalho e plantões que dependam de horário fixo para funcionar.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES