Notícias

A crise do coronavírus exige o retorno do Ministério do Trabalho

17/03/2020 - 11h13 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Fiscalização, negociação e cumprimento das condições sanitárias exigem a presença de sindicatos e do antigo Ministério do Trabalho

A situação que a crise do COVID 19 trouxe grandes proporções para os trabalhadores brasileiros. Uma grande parte da população vai entrar em quarentena voluntária para evitar e com o crescimento da transmissão outra parte vai entrar em quarentena compulsória.

O atual modelo das médias e grandes cidades brasileiras impede a auto-sustentabilidade, sendo que ficam dependentes de produtos vindos dos polos industriais e das importações, através do transporte de cargas.

A política de enfrentamento ao vírus precisa de um Ministério do Trabalho para organizar as milhares de situações trabalhistas no Brasil, para que junto com os sindicatos laborais e patronais não façam a produção entrar em colapso.

É neste momento de crise que o trabalho de milhares de operários e caminhoneiros é fundamental, pois são eles que vão garantir a produção de alimentos e bebidas, produção de produtos farmacêuticos, assim como o transporte de cargas.

O atual formato do Ministério da Economia e o menosprezo aos sindicatos e ao trabalho podem levar o Brasil para uma crise mais profunda.

Ministério do Trabalho já!


Por Esdras Gomes – Jornalista Sindical (CE) 16/03/2020


 

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES