Notícias

22 sintteis se reúnem no encontro da Fenattel

09/08/2011 - 8h53 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

A unificação da luta dos trabalhadores em telecomunicações entre 22 sintteis no Brasil foi comemorada na abertura do Encontro Nacional que acontece desta terça até quinta-feira (11) em Itupeva, São Paulo.

Terceirização, Precarização, Acordos e Convenções Coletivas, formação sindical e ações nacionais serão os temas em discussão neste primeiro encontro com a reunificação da maioria dos sintteis no país.

O encontro nacional da Fenattel reuniu, na abertura, representantes de todas as centrais sindicais em atividade no Brasil, demonstrando que a pluralidade e a autonomia dos sintteis será respeitada pela Fenattel. A diretora do Sintetel, Cenise Monteiro, cumprimenta os trabalhadores presentes ao Encontro (foto). O representante da CUT, Jeferson Silveira falou da importância da união dos telefônicos (vídeo).

Iniciando as discussões dos enormes problemas que afetam a categoria no País, a palestra de abertura, feita pelo advogado Antonio Rosella tratou da Terceirização e da Precarização do Trabalho. Ele falou dos desafios a serem enfrentados pelos trabalhadores no setor e das controversas teses jurídicas a cerca da contratação de mão de obra para a prestação de serviços.

Baseando-se na Constituição Federal, Antônio Rosella criticou a forma como a terceirização é praticada no Brasil. As empresas terceirizam as atividades fim. Ele conceituou atividade fim como os call centeres, a administração das empresas, por exemplo. “Essas atividades estão inseridas na necessidade de sobrevivência dos serviços de telefonia oferecidos, portanto, não deveriam ser terceirizadas, de acordo com a legislação vigente”, disse.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Sinttel-ES