Notícias

2022 começa com salários atrasados na HALLEN e OUTPAR

11/01/2022 - 14h20 - Sinttel-ES - Redação
Imprimir

Os/as trabalhadores na HALLEN — prestadora de serviços para a Vivo, com sede na Serra/ES — e as/os telefonistas da Caixa Econômica Federal, terceirizadas/os na OUTPAR Service Empresarial Eireli (CNPJ 14.084.079/0001-90) de Londrina – PR) começaram o Ano Novo sem os salários do mês de dezembro/21.

O SINTTEL-ES  recebeu durante o fim de semana e nesta segunda, 10, pelo Whats App, dezenas de mensagens dos/as trabalhadores/as reclamando que as empresas não fizeram os pagamentos dos salários e do auxílio alimentação (tíquete) no 5º dia últil, que seria  07/01/22.

Imediatamente o Sindicato entrou em contato com Marcelo Martins, diretor da HALLEN, pedindo uma explicação sobre o problema e cobrando o pagamento do salário e dos benefícios devidos.

E fez o mesmo com a Superintendente da Caixa Econômica Federal no ES, relatando que, pela nona vez em 12 meses, a OUTPAR atrasa o pagamento dos salários das/os telefonistas de 44 agências no Estado.

 

Hallen repete atraso de 2021

Conforme aconteceu no mesmo período do ano passado, (veja matéria ) a fala da empresa é que houve um problema no processamento da folha de pagamento com o banco Santander e que a tentativa de pagar os salários pelo Banco do Brasil, através de PIX, resultou em travamento da senha, devido ao número grande de pagamentos.

Além dos salários, a Hallen só abasteceu com metade do valor do tíquete no auxílio alimentação. A

Martins explicou que parte dos empregados/as receberam os salários na sexta, outra parte no sábado e que na segunda-feira, tudo estaria resolvido.

Mas isso não aconteceu.

O  WhatsApp do Sindicato continuou bombardeado pelos/as empregados/as que não receberam ainda nesta terça-feira (11).

Sobre a outra metade do valor do tíquete, Martins somente garantiu que será paga na próxima semana, sem precisar o dia.

O SINTTEL-ES também enviou um comunicado à gerência de relações trabalhistas da Operadora Vivo, contratante da Hallen, explicando a situação. O sindicato cobrou da Operadora maior fiscalização e controle de suas contratadas, objetivando proteger os empregados.

OUTPAR atrasa salários pelo 9º mês

Desde que assumiu o contrato com a CEF, em janeiro do ano passado, a OUTPAR vem atrasando os salários dos/as telefonistas e atendentes do banco, conforme relato de uma telefonista (veja fac-símile).

As telefonistas estão inseguras, pois nunca sabem quando e se vão receber. Essa insegurança é recorrente já que em 12 meses de contrato, somente em três o pagamento foi feito nas últimas horas do 5º dia útil.

O Sinttel vem processando a empresa por atraso de pagamento, conforme a cláusula a 3ª, Parágrafo 4º da Convenção Coletiva de Trabalho em vigor, que rege:

“Os pagamentos dos salários poderão ser efetuados através de cheque ou depósito na conta do empregado, nesse caso as empresas deverão abrir conta-salário para todos os seus empregados. Em ambas as hipóteses o pagamento deverá estar disponibilizado até o 5º (quinto) dia útil bancário, do mês subsequente, conforme disposto na CLT”.

Nesta terça, todas as telefonistas já tinham recebidos os salários, porque com a intervenção do Sindicato junto à superintendência da CEF, o banco antecipou valores do contrato para pagamento dos salários de uma centena de telefonistas.

Inscreva-se para receber notícias do SINTTEL-ES pelo WhastApp.
Envie uma mensagem com o seu nome (completo) e o de sua empresa para (27) 98889-6368

Pin It on Pinterest

Sinttel-ES